Desvendando a siderurgia no Ceará

Mais experiências e mais informação para a comunidade do entorno.

Em 2017, fomos contratados para instituir um programa de visitas formal e contínuo na mais nova siderúrgica do Brasil, a CSP – Companhia Siderúrgica do Pecém. Por meio de consultoria, mergulhamos na produção do aço e criamos uma experiência que se propôs a engrandecer a marca até então desconhecida e desmitificar assuntos que se propagavam na região.

Localizada no complexo Portuário do Pecém, nos municípios de Caucaia e São Gonçalo do Amarante – CE (a 65km de Fortaleza), a joint venture binacional da Vale, Posco e Dongkuk é a primeira siderúrgica integrada no Nordeste e a trigésima instalada no Brasil. Com grande capacidade instalada, a CSP é uma indústria moderna, com tecnologia limpa e de ponta que precisava se comunicar com a comunidade do entorno, despertar orgulho na população em tê-la por perto, divulgar a marca pouco conhecida e se posicionar como uma empresa sustentável.

Receber visitantes já era uma ferramenta utilizada pela equipe de comunicação, porém, pouco padronizada e sem explorar toda a potencialidade da empresa. O desenvolvimento da revitalização das visitas carregou os vieses da região e desvendou o que acontecia por trás dos prédios grandiosos – que abrigam da coqueria ao lingotamento contínuo, passando pelo impressionante alto forno que nunca se apaga – por meio de ambientações igualmente grandes, outdoors com explicações dos processos trazendo mensagens-chave fundamentais.

Foi extremamente importante, nesse projeto, clusterizar/segmentar/criar tipos de visitas diferentes para cada público, uma vez que os stakeholders tinham diferentes níveis de conhecimento sobre a produção do aço e a linguagem corporativa siderúrgica. Para essa gestão de diferentes opções de tours, roteiros, pessoas envolvidas, tempo de visita e tipo de speech foram criados uma série de ferramentas para facilitar a preparação do receptivo,
dentre elas um painel de controle, visual e prático.

A última etapa da consultoria, foi o treinamento dos monitores e porta-vozes envolvidos na rotina da visita. Uma espécie de mídia trainning focado nos objetivos e importância do projeto, postura, linguagem, tom de voz, mensagens-chave, circuitos existentes e principalmente, hospitalidade e bem receber – nossos drives fundamentais.

Deixe uma resposta

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais
artigos